rafaela-silva

Os Jogos Olímpicos pararam o Rio de Janeiro, deixaram a judoca Rafaela Silva em êxtase pela conquista do ouro e trouxeram muita agitação para sua vida. Depois de várias entrevistas, palestras, ações e homenagens, a atleta voltou aos treinos no Instituto Reação.

“Aproveitei bastante esses dias. Participei de programas de TV, rádio, fiz sessão de fotos e também tirei passei uma semana em Fernando de Noronha. Foi tudo muito intenso nos últimos dois meses e já estava sentindo falta dos treinos”, disse Rafaela.

Com a agenda lotada de compromissos, ficou definido que a judoca voltaria a lutar apenas no Grand Slam de Tóquio, em dezembro. Porém, antes de ir à Ásia, Rafaela disputará o Grand Prix Nacional Interclubes, na Bahia.

“Estou totalmente empenhada nos treinos para voltar bem já no Grand Prix. Essa competição é de alto nível e servirá, além de retomar o ritmo das lutas, para que eu perca um pouco da ansiedade de voltar logo para o tatame. A pressão será maior porque sou a atual campeã olímpica, mas isso servirá de motivação para eu conquistar mais coisas na carreira”, completou a medalhista, que segue treinando no Instituto Reação.